> NOTÍCIA

Publicado em 06/01/2014 23h41
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Inscrições para Bolsa Atleta 2014 serão iniciadas no dia 27 de janeiro

Na versão deste ano, além de atletas e para-atletas, serão contemplados com bolsa também os respectivos treinadores.

As inscrições para a edição 2014 do programa Bolsa Atleta terão início no dia 27 de janeiro. O secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Tibério Limeira, reuniu-se com membros da comissão do programa para discutir a medida provisória nº 213 de 19 de dezembro de 2013, que estabelece os critérios e datas para seleção do programa. Na versão deste ano, além de atletas e para-atletas, serão contemplados com bolsa também os respectivos treinadores. 

As inscrições serão no ginásio Ronaldão, e acontecerão durante três semanas. O atleta ou para-atleta para ter direito é preciso comprovar que obteve resultados nas competições de 2013, de acordo com a lei. “É importante destacar que o período e o local de inscrição já estão definidos. O Governo do Estado se comprometeu em retomar o programa e pelo segundo ano consecutivo estará beneficiando financeiramente os atletas e para-atletas da Paraíba”, disse Tibério Limeira.

O secretário ainda frisou o avanço que o programa vai ter de acordo com a nova lei, já que para este ano de 2014, os técnicos também terão o direito a receber a bolsa. “Depois de uma antiga reivindicação, agora os técnicos também foram inseridos no programa. Isso já mostra o avanço que o Bolsa Atleta terá neste ano, pois ele não está se limitando só a quem compete, mas também que treina e ensina”, explicou. 

Outra novidade do Bolsa Atleta 2014 é a criação da bolsa de representatividade, que é pra atletas e/ou ex atletas que obtiveram resultados expressivos no esporte. “Um dos motivos para a criação desta bolsa é o reconhecimento daqueles que não se enquadram nas modalidades que compõem o programa. Um exemplo é o caso da corredora Ednalva Laureano, a Pretinha, que representou a Paraíba durante vários anos e conseguiu excelentes resultados”, afirmou Antônio Meira, presidente da comissão do Bolsa Atleta. 

Além da Bolsa para os técnicos e a de representatividade, há quatro tipos específicos para beneficiar os atletas e paratletas: a bolsa de rendimento internacional, destinada aos que tenham integrado a delegação brasileira nos últimos Jogos Olímpicos e Paralímpicos; bolsa de rendimento nacional, para quem conquistou na competição máxima da temporada nacional, no ano anterior ao pleito, o primeiro, segundo ou terceiro lugar ou esteja em primeira, segunda ou terceira colocação no ranking nacional de sua modalidade; e a bolsa institucional categoria talento esportivo, para os que tenham no máximo 23 anos no momento da assinatura do contrato e a bolsa estudantil  para os estudantes que tenham conquistado o primeiro, segundo ou terceiro lugar na primeira divisão das Olimpíadas Escolares Brasileiras no ano anterior ao pleito. 

Secom/PB


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share