Onaldo Queiroga

Onaldo Queiroga

Juiz de Direito, Escritor, grande admirador das obras de Luiz Gonzaga, nascido na cidade de Pombal (PB), mora e exerce o cargo de Juiz de Direito atualmente na capital João Pessoa.

Publicado em 14/11/2018 11h19
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

A pequena Amal

Dizem que o mundo hoje é moderno, repleto de tecnologia, de supercarros, navios que são verdadeiros hotéis de seis estrelas a flutuar pelos oceanos. A comunicação nos dias atuais detém avanço que é algo inimaginável, seja pelas redes sociais, pelo uso do celular, canais televisivos, etc.

Mas apesar de todo esse desenvolvimento palpável, há uma coisa que o homem não conseguiu ainda avançar, ou seja, o aniquilamento da fome, da miséria. Para se ter uma ideia a cada 10 minutos morre uma criança de desnutrição aguda no Iêmen, chegando ao número absurdo de 30 mil crianças com idade inferior a 5 anos que morrem, por ano, em de doenças que decorrem da maldita desnutrição naquele país.

Talvez seja a pior humanitária do início do Século XXI, pois os números apontam a insana guerra instalada naquele país já produzira 1.8 milhões de crianças entregues completamente a desnutrição. O Iêmen, um pobre país do mundo árabe, enfrenta uma guerra civil, onde de um o governo é apoiado pela Arábia Saudita e, do outro lado, a milícia rebelde Huti, apoiada pelo Irã.

Recentemente o The New York Times publicou matéria sobre o assunto, trazendo uma foto que correu e chocou o mundo. Era a pequena Amal, de apenas 7 anos de idade, esquelética, deitada com a cabeça virada para o direito, com olhar distante, como se já visualizasse os umbrais da eternidade. Infelizmente dias depois a pequena Amal não resistiu, partiu deste mundo, dele só as tristes recordações dos sofrimentos e abandono. Na sua curta estadia pela Terra trilhou por uma infância insólita, onde dia a dia teve que lutar contra a fome e a inconsciência dos poderosos.

Até quando teremos que assistir situações desta natureza? Enquanto o homem priorizar o poder e o dinheiro, não poder ser visto como ser evoluído. Que Deus acolha a pequena Amal.

Onaldo Queiroga


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

> LISTAGEM DE ARTIGOS