> NOTÍCIA

Publicado em 16/02/2017 19h50
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Ações do Circuito de Saúde nos Portos beneficiam portuários

O 1º Circuito de Saúde nos Portos, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Companhia Docas Paraíba, e o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil foi considerado um sucesso pelos organizadores.

O 1º Circuito de Saúde nos Portos, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Companhia Docas Paraíba, e o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil foi considerado um sucesso pelos organizadores. O evento foi realizado durante toda essa quarta-feira (15), das 8h às 17h, no Porto de Cabedelo.

O Projeto Saúde nos Portos levou aos cerca de 400 portuários diversas ações de saúde e de bem-estar. Foram oferecidos testes de hepatite B, de sífilis, teste de glicemia, distribuição de preservativos, serviços de fisioterapia e orientações nutricionais, entre outros. A Polícia Rodoviária Federal ministrou palestras sobre acidentes de trânsito e alcoolismo. Ainda foram oferecidos cortes de cabelo.

A presidente da Companhia Docas Paraíba, Gilmara Temóteo, destacou a importância da realização do evento. “Mesmo ante o cenário econômico desfavorável, o Porto de Cabedelo tem obtido resultados satisfatórios. Isso, claro, se deve muito aos nossos trabalhadores. Por isso, nada mais justo que o cuidado com a saúde desses profissionais que tanto se empenham para o desenvolvimento do nosso Estado”, destacou.

Um dos parceiros foi a Secretaria de Estado da Saúde, que disponibilizou vacinas de hepatite B, tríplice viral e antitetânica. “Uma colaboração muito importante, haja vista que as atividades desenvolvidas pelos profissionais do Porto de Cabedelo oferecem risco, sobretudo no tocante às doenças sexualmente transmissíveis”, acrescentou Gilmara Temóteo.

O Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa também participou do evento no Porto de Cabedelo, por meio do projeto “Saúde sem Fronteiras”, que já faz parte do calendário de atividades da instituição e tem como objetivo a inclusão social e a democratização dos serviços de saúde. Na ocasião, foram oferecidos os serviços de aferição da pressão arterial, tipagem sanguínea, exame de glicose, avaliação nutricional e fisioterápica.

“Acredito que o projeto ‘Saúde sem Fronteiras’ tem colaborado para a inclusão social e a democratização dos serviços de saúde. A população que não tem oportunidade de procurar um profissional de saúde por falta de tempo ou condições financeiras tem à sua disposição inúmeros serviços”, explicou a coordenadora do Núcleo e Estágios, Capacitação e Eventos (Nece), Efigênia Lino.

A ação contou com a participação de aproximadamente 60 profissionais divididos entre enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, assistentes sociais, voluntários da Cruz Vermelha Brasileira e estudantes.

A representante do Ministério dos Transportes, Rafaela Dias, parabenizou a parceria firmada com o Governo do Estado para a realização do Saúde nos Portos. “Nós não podemos pensar um País sem a movimentação das cargas, mas muito menos sem a preocupação com a saúde do trabalhador. A gestão do Porto de Cabedelo tem promovido a responsabilidade social, realizando parcerias importantes como esta”, disse.

 

Secom PB


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share