> NOTÍCIA

Publicado em 17/04/2017 19h30
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Trabalhadores da saúde são os primeiros a serem vacinados

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deu inicio nesta segunda-feira (17) a vacinação da gripe (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deu inicio nesta segunda-feira (17) a vacinação da gripe (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Os primeiros a serem vacinados são os trabalhadores da saúde que atuam na rede hospitalar, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A vacinação para este grupo está acontecendo no local de trabalho de acordo com um cronograma específico pra cada Hospital e UPA.
 
De acordo com Chiara Dantas, chefe da seção de imunização, este ano a Campanha está vacinando por grupos, seguindo um cronograma que dá preferência a quem está mais exposto, dentro dos grupos de risco e de acordo com as remessas de vacinas recebidas.
 
“O profissional da saúde está sempre exposto a diversos tipos de vírus e bactérias, principalmente dentro da ala hospitalar além de trabalharmos em escala de plantão, o que nos impossibilita de ir até os pontos de vacinação. Então, ter a vacina disponível dentro do nosso local de trabalho é uma facilidade enorme pra todos nós”, comenta a fisioterapeuta e diretora multiprofissional da UPA Valentina, Raquel Câmara.
 
A partir do dia 19 deste mês os profissionais que atuam em clínicas particulares poderão ser imunizados nas Unidades de Saúde da Família (USFs). Para receber a vacina precisam comprovar que estão inseridos na rede de saúde. Neste mesmo dia, a campanha tem inicio para as gestantes, que também deverão ser imunizadas nas Unidades de Saúde.
 
A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). De acordo com o Ministério da Saúde devem ser imunizadas as pessoas que integram o grupo de risco: crianças de 6 meses até menores de 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e integrantes do sistema prisional.
 
No dia 24 de abril a campanha abre para os demais grupos de risco. A partir do dia 8 de maio a campanha começará para os professores, que a partir deste ano passam a integrar o grupo de risco. Para a imunização dessa categoria serão montados polos, um por Distrito Sanitário. Os professores deverão ir até um desses pontos portando, além do documento de identidade, o contracheque para comprovar ser professor. Além dos polos, a partir do dia 8, esses profissionais também poderão procurar as USFs.
 
“Pedimos que as pessoas respeitem a divisão dos grupos, pois é uma forma de organização do município por conta das remessas de vacinas que vamos receber e também para evitar o aglomerado de pessoas nas Unidades de Saúde”, destaca Chiara Dantas.
 
Dia D – O dia D da campanha acontecerá no dia 13 de maio, na Praça da Independência, das 9h às 16h. Durante o dia D todas as Unidades de Saúde da Família e postos volantes espalhados pela cidade estarão vacinando todos que integram os grupos de risco e ainda não foram vacinados.
 
Esse ano, além do dia 13 de maio, também haverá mobilização nos dias 20 e 27 deste mês e 03 de junho para imunização dos que integram os grupos de risco e que ainda não tenham sido vacinados. Nesses dias serão seis postos abertos para imunização dos grupos de risco.
 
Confira o calendário de vacinação:
 
17/04 a 28/04 – Trabalhadores de saúde da rede hospitalar, UPA e Samu
 
19/04 – Início da vacinação dos trabalhadores de saúde e gestantes nas USF
 
24/04 – Início da vacinação dos idosos, puérperas, crianças, portadores de doenças crônicas, sistema prisional
 
08/05 – Início da vacinação dos professores de escolas públicas e privadas
 
13/05 – Dia “D” para todos os grupos prioritários

 

Secom JP


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share