Janguiê Diniz

Janguiê Diniz

Janguiê Diniz – Mestre e Doutor em Direito – Reitor da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau – Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional

> ARTIGO

Publicado em 22/06/2017 10h46
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

O sonho de Rivânia

Em meio à tragédia das enchentes que afetam inúmeras cidades de Pernambuco, a população se une para ajudar os desabrigados com doações. Entre os que perderam quase tudo, Rivânia, uma garotinha de oito anos, de São José da Coroa Grande, litoral Sul do Estado, salvou os seus sonhos em uma mochila. A imagem da menina circulou e comoveu o Brasil: na chuva, ajoelhada em uma jangada e no meio da enchente, Rivânia rezava e se mantinha abraçada a uma mochila em que, pouco antes, havia colocado a coisa mais importante para ela: seus livros.

Passado o episódio, Rivânia foi personagem de inúmeras matérias e em todas elas mostrou uma maturidade impressionante ao classificar os livros como o seu futuro. Ainda tão jovem, a criança já tem a consciência de que a educação será capaz de mudar o seu destino. Cada vez mais, percebemos que a educação interessa à sociedade como um todo.

São várias as propostas para que o Brasil possa realizar o sonho de Rivânia e de outras milhares de crianças e jovens do País. Direcionamento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB), os recursos do Pré-Sal, o Plano Nacional de Educação com metas definidas para os próximos 10 anos e tantas outras indicações já foram feitas. Em todas, o fato comum é que a educação é prioridade e tem que haver dinheiro para ela. O Brasil tem que dar prioridade à educação para garantir dias melhores para seu povo.

A verdade é que o Brasil ainda tem um alto índice de analfabetos e analfabetos funcionais, além do grande número de crianças e jovens fora da escola. Aliado a isso, os dados de formandos no ensino superior ainda são bem abaixo do esperado. Um país rico é um país onde a realidade é o oposto do que foi citado acima e não há melhor forma de atingir esses objetivos do que através do investimento desde a educação infantil até a técnica profissional e superior.

A educação é capaz de nos tornar pessoas mais conscientes sobre nossa condição e as condições da sociedade em que vivemos. Hoje, a revolução e integração digital é uma realidade e resultado de uma "terceira revolução industrial". A internet é uma ferramenta de mudança social extremamente importante para ampliação do conhecimento e um meio robusto para que informações sejam compartilhadas de forma interdisciplinar.

Enganam-se aqueles que acreditam que o passaporte para o futuro do desenvolvimento do país está no petróleo. Está, sim, na educação. Precisamos fomentar o sonho de Rivânia através de uma alfabetização melhor na educação básica, para que nossas crianças sejam capazes de realizar uma boa interpretação de texto e cálculos matemáticos. Precisamos diminuir a evasão escolar no ensino médio, seja desenvolvendo novos métodos de ensino ou outras técnicas. No nível superior, precisamos garantir que exista acesso para todos, seja através de um novo modelo de Fies, ProUni ou outros programas.

Rivânia é o futuro do Brasil. Assim como cada um de nós. É nosso papel cobrar aos municípios, estados e ao governo federal o apoio necessário para que os sonhos de crianças, jovens e adultos não sejam destruídos.


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share