> NOTÍCIA

Publicado em 02/09/2017 01h26
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tempestade Lidia deixa três mortos em sua passagem pelo México

A Defesa Civil mantém em alerta vermelho (perigo máximo) os estados de Baja California Sur e Sinaloa, e em laranja (perigo alto) o sul de Baja California e Sonora

A tempestade tropical Lidia causou a morte de pelo menos três pessoas, entre elas um menor de idade, no seu percurso pela península da Baja California, no noroeste do México, informaram nesta sexta-feira (1º) fontes oficiais. A informação é da EFE.

"Oficialmente, temos uma menina de dois anos e dois adultos que perderam a vida ontem ao cruzar um trecho de rio", disse à emissora Milenio Televisión o coordenador nacional de Defesa Civil, Luis Felipe Puente, que  esta tarde visitará a região. Além destas vítimas fatais, a tempestade causou nas últimas horas inundações, danos em infraestruturas e deixou centenas de pessoas evacuadas.

O ciclone se encontra em terra, 65 quilômetros ao leste de Puerto Cortés e 115 quilômetros ao leste de Cabo San Lázaro, localidades da Baja California Sur, detalhou hoje o Serviço Meteorológico Nacional. Agora a tempestade avança para o noroeste a 15 quilômetros por hora, acompanhada de ventos máximos sustentados de 95 quilômetros por hora e sequências de 110.

A Defesa Civil mantém em alerta vermelho (perigo máximo) os estados de Baja California Sur e Sinaloa, e em laranja (perigo alto) o sul de Baja California e Sonora. O balneário turístico de Los Cabos também recebeu ontem os embates de Lidia, acumulando até 446 milímetros de água. As precipitações causaram fortes inundações, bem como a queda de duas pontes e a derrubada de uma casa, segundo relataram meios de comunicação locais.

O 12º ciclone da temporada no Pacífico também provocou a suspensão de 81 voos, a paralisação do aeroporto e a declaração de emergência em cinco municípios do estado.

A chuva chegou também até os estados de Sinaloa, Sonora e Colima, que suspenderam aulas, ainda que, por enquanto, não tenham sido registrados danos.

 

Foto: Sandra Muñoz/EFE

Fonte: Agência EFE

 

Publicidade:

 


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share