> NOTÍCIA

Publicado em 03/09/2017 23h18
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

PM cerca comunidade e prende suspeito de envolvimento na morte de segurança

Durante a operação, na qual foram realizados levantamentos de informações que levaram à localização do suspeito, cerca de 30 policiais cercaram o bairro de Mandacaru, ocupando-o durante toda a tarde

Uma ação conjunta das Polícias Militar e Civil resultou na prisão, na noite deste sábado (2), de um homem suspeito de envolvimento na morte do agente judiciário e segurança Fábio Alves de Lima, de 38 anos, que morreu após ser atingido por disparo de arma de fogo na cabeça, na manhã da última sexta-feira (1), quando tentou evitar um assalto à mãe de uma criança da escola onde trabalhava como segurança. A criança estava com a mãe no momento do crime, que aconteceu em frente à escola, localizada no Bairro dos Estados.

Durante a operação, na qual foram realizados levantamentos de informações que levaram à localização do suspeito, cerca de 30 policiais cercaram o bairro de Mandacaru, ocupando-o durante toda a tarde. Nas diligências, além das equipes a pé e motorizadas, também foi utilizado um drone da Polícia Militar para monitoramento da área.

O suspeito Rafael Artur, de 28 anos, foi localizado no início da noite na casa de parentes na comunidade Porto de João Tota.

Segundo o Capitão Estêvão Sabino, comandante da 4ª Companhia do 1° Batalhão, que também participou das buscas, as equipes policiais iniciaram as diligências logo após a ocorrência do crime e não pararam desde então.

"Recebemos informações de que os suspeitos do crime estariam escondidos no bairro de Mandacaru, e então, com base nestas informações, cercamos, juntamente com a Polícia Civil, todo o bairro, com o intuito de localizar os suspeitos", contou o oficial.

Rafael Artur, que já foi preso outras vezes por tráfico de drogas, foi conduzido para a Central de Flagrantes, no bairro do Geisel.

 

Fonte: Secom-PB

 

Publicidade:

 


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share