> NOTÍCIA

Publicado em 03/10/2017 15h30
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Adultos: Brasil Alfabetizado vai melhorar indicadores em Santa Rita

As aulas pelo programa foram iniciadas no último mês de junho e contempla alunos de 34 turmas, tanto na zona urbana como nas comunidades rurais.

De acordo com o Censo Demográfico do IBGE 2010, mais de 24 mil pessoas ainda são analfabetas em Santa Rita, e para contrapor esses dados e melhorar os índices de alfabetização, a Prefeitura Municipal, em parceria com o Governo Federal, está desenvolvendo o Programa Brasil Alfabetizado, que também investe na capacitação de quem ensina. Nesta segunda-feira (3), o município iniciou uma formação para 34 alfabetizadores que vai atender 600 alunos matriculados no programa este ano.
         As aulas pelo programa foram iniciadas no último mês de junho e contempla alunos de 34 turmas, tanto na zona urbana como nas comunidades rurais.
O processo de leitura com esses alunos dura em média oito meses, fase em que eles leem através das imagens e conseguem também ler as palavras mais simples. Após um ano, são estimulados a continuar no processo de alfabetização por meio da Educação para Jovens e Adultos (EJA), sendo possível nessa etapa a leitura de palavras mais complexas.
         De acordo com a coordenação pedagógica do programa em Santa Rita, diariamente os alunos têm uma carga horária de duas horas por dia, de segunda a quinta-feira, e o foco do Brasil Alfabetizado é não apenas atingir a meta de alfabetização do seu público-alvo, mas despertar nas pessoas o desejo e a vontade de aprender a ler e de ser inseridas no contexto da sociedade, tornando-se cidadãos críticos.
         A secretária municipal de Educação, Edilene Santos, agradeceu aos alfabetizadores por terem aceitado o desafio de desenvolver o Programa Brasil Alfabetizado. “Que o processo de escolarização e o elo de formação possa ser reconstruído por todos nós. Com muito empenho conseguimos aderir ao programa, que não é fácil, mas a gestão confia na capacidade de vocês de darem sentido às nossas ações”, disse.
Para Edilene, o sentido pedagógico é alfabetizar essas pessoas e partilhar os saberes para a compreensão do mundo que vivem.
O processo de formação inicial do Programa Brasil Alfabetizado se estende até a próxima sexta-feira (6), no auditório do campus do Instituto Federal de Educação em Santa Rita, mas os alfabetizadores serão contemplados nos próximos oito meses com capacitações dentro da metodologia de formação continuada.


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share