Onaldo Queiroga

Onaldo Queiroga

Juiz de Direito, Escritor, grande admirador das obras de Luiz Gonzaga, nascido na cidade de Pombal (PB), mora e exerce o cargo de Juiz de Direito atualmente na capital João Pessoa.

> ARTIGO

Publicado em 23/10/2017 10h55
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

O desuso como efeito do tempo

A dinâmica da vida impõe mudanças e coisas que outrora eram modernas se transformaram em ultrapassadas ao ponto de caminharem para o desaparecimento.

Quantas profissões já foram tão importantes e hoje sumiram no curso da nossa caminhada. Telefone era coisa rara. Cidades do interior tinham uma central telefônica e os moradores mais abastados possuíam ramais, com os quais se comunicavam, mas necessitavam da intervenção da central, do operador telefônico para realizar chamadas internas e externas. O morador que não tinha ramal ia até a central para o operador realizar a chamada, pagando ali o preço do serviço. Hoje, não há centrais telefônicas e o operador telefônico. O cidadão com seu celular se interliga com o mundo.


Outras profissões caminham também para o desuso. O livreiro é uma delas. Tão significativa foi sua missão no evoluir da sociedade, pois num tempo distante, de forma itinerante, possibilitou que muitas pessoas comprassem livros viabilizando o conhecimento de tanta gente. Mas recentemente as livrarias se estabeleceram em quase todos os lugares e o livreiro itinerante foram se tornando raridade. Com a internet e os livros digitais, as livrarias e os livreiros passaram a sofrer um abalo enorme.


O Globo noticiou a despedida do livreiro Chico, que há 40 anos vendia livros em Ipanema. Aqui em João Pessoa, tivemos a despedida do Assis, que por mais de 20 anos vendia obras jurídicas e literárias no Fórum da Capital. Já escolas falam em usar exclusivamente livros digitais. Obras digitais jamais serão como as de papel, pois estas não eliminam o amigo livreiro. No futuro teremos apenas livros digitais? Acho que não. O Exemplo é o disco vinil que continua vencendo fitas-cassetes, CDs, pen-drives e mídias digitais que se baixamos via intenet.


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share