Sinfronio Lima

Sinfronio Lima

Artista multicultural, mistura de ator, cantor e escritor, desde a década de 90 participa do cenário cultural paraibano, sempre com muita criatividade. Criou a Banda Omelete, que tem mais de 20 anos de carreira. Tornou-se Facilitador de Biodanza Sistema Rolando Toro em 1996. Desde então tem proferido palestras sobre Qualidade de Vida, Terapia do Riso e temas correlatos.

> ARTIGO

Publicado em 13/11/2017 10h33
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

E por falar em Biodanza

No nosso  encontro anterior, foi mencionado que a prática semanal da Biodanza traz de volta o ser humano ao ciclo natural de esforço e relaxamento. O resultado disso é o progressivo funcionamento natural dos órgãos e tecidos, o que traz de início uma agradável sensação de bem-estar.
Hoje vamos explicar a que se propõe esta prática
integrativa e complementar (esta expressão substitui a antiga e incompleta expressão “terapia alternativa”).

É uma prática de desenvolvimento humano, orientada para ajudar a aflorar os potenciais humanos necessários a uma vida plena, saudável, sensível e criativa.

Através da dança, do contato e da comunicação em grupo, amplia a consciência de si mesmo, propiciando a elevação da autoestima.

Praticada em grupos, a música e a dança são usadas para criar estímulos adequados para que os participantes  tenham a possibilidade de desbloquear alguns canais de expressão da emoção, como a vitalidade, o prazer de viver,  a criatividade, a afetividade e a transcendência.

Não é preciso saber dançar, pois, nas sessões de um grupo terapêutico de Biodanza, a dança acontece na  linguagem dos gestos, onde os movimentos são expressão dos sentimentos e emoções de cada um.

A Biodanza é um convite a um modo de viver que favorece o desenvolvimento humano e a renovação existencial.

É composta por momentos em que ocorrem encontros com vivências integrativas, que permitem entrar em contatoprofundo com a própria identidade, descortinando novas e inusitadas motivações para viver.

O objetivo é aumentar a resistência ao estresse, elevar o grau de saúde, equilibrar o organismo, bem como melhorar a comunicação,estimular a criatividade, não só nonível artístico, como também no nível da renovação da
existência.

Facilita a expressão dos sentimentos e das emoções, ativaos potenciais adormecidos ou bloqueados ao longo da
vida: alegria, amor, criatividade e transcendência. 

Favorece formas de comunicação mais profundas, ao propor uma verdadeira poética do encontro humano.

Os participantes são convidados a descobrir suas próprias maneiras de viver, suas respostas vitais.

Não é uma técnica nem uma terapia. Muito menos se trata de algo alternativo, já que pode ser praticada de forma complementar com outras atividades.

São apresentados estímulos para a evolução pessoal.
É uma atividade prazerosa e saudável, que qualquer um pode experimentar. Não é necessário saber dançar.
É suficiente sentir o desejo de mudar.


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share