Sinfronio Lima

Sinfronio Lima

Artista multicultural, mistura de ator, cantor e escritor, desde a década de 90 participa do cenário cultural paraibano, sempre com muita criatividade. Criou a Banda Omelete, que tem mais de 20 anos de carreira. Tornou-se Facilitador de Biodanza Sistema Rolando Toro em 1996. Desde então tem proferido palestras sobre Qualidade de Vida, Terapia do Riso e temas correlatos.

> ARTIGO

Publicado em 04/12/2017 13h01
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Quem pode praticar a Biodanza?

É aconselhada para pessoas de qualquer idade e sexo, principalmente para aquelas pessoas que buscam uma melhor qualidade de vida, que precisam mudar alguma coisa e estão abertas à mudança.

A Biodanza abre caminhos para o auto-conhecimento e a expressão das emoções. Por isso é recomendada para profissionais da área artística, da saúde e da educação, onde a comunicação
é essencial.

Não tem nada de extraordinário. Trata-se, na verdade, de resgatar movimentos e gestos essenciais, como o abraço, o olho no olho, hábitos que foram pouco a pouco sendo descartados na sociedade dissociada e isolada em que vivemos.

Nosso estilo de vida nos levou a um distanciamento dos instintos básicos de sobrevivência, pois estamos sempre apressados e tensos, para dar conta de jornadas onde é preciso sempre apresentar uma produtividade cada vez mais crescente. Isso não é saudável e vai paulatinamente desequilibrando nossos ritmos corporais, causando desequilíbrios que resultam em doenças psicossomáticas, as chamadas doenças da civilização.

A prática semanal da Biodanza devolve a energia vital e a disposição para a ação. A pessoa sai de um esquema
de cansaço e preguiça, recuperando o ímpeto vital, fundamental para enfrentar as dificuldades de cada dia.

Ativa e desbloqueia a criatividade, possibilitando encontrar novas maneiras de realizar o trabalho com prazer, e não como um castigo. Nossa existência precisa ser criativa, para que nos realizemos e sejamos saudáveis.

Intensifica a expressão da afetividade, reaproximando as pessoas de casa, cujo vínculo aos poucos se banalizou. Formam-se vínculos de qualidade na família, na vizinhança e no trabalho.

Desenvolve a abertura para o prazer de viver. Toda criança tem um brilho nos olhos quando começa a descobrir as coisas da vida. Com o tempo, o ser humano vai perdendo esse encanto, e acaba esquecendo a beleza dos fenômenos da natureza e da vida em si. Sem novidades, a vida vira um rotina e, incapazes de encontrar o prazer no seu dia, o ser humano vai ficando desmotivado e depressivo.

Incentiva a autonomia e a responsabilidade, fazendo de cada pessoa a autora, diretora e atriz de sua vida. Aumenta a capacidade para escolher e tomar decisões. Fortalece a identidade. Reforça a autoestima.

Melhora a qualidade das relações interpessoais, tanto no trabalho como no lar. Restabelece a qualidade dos vínculos afetivos, trazendo uma nova forma de se relacionar, muito mais madura e com respeito por si mesmo e pelo outro.

Reduz o estresse. Propicia a regulação do sono e da pressão arterial. Aumenta a resposta imunológica, fazendo com que a pessoa fique mais resistente às doenças habituais, como gripes, resfriados e infeções em geral.

Estes benefícios começam a ocorrer assim que o participante entra em contato com o que tem de
mais essencial, abandonando o ritmo de vida habitual, que favorece o aparecimento do estresse.
Assim, é possível sair de um estilo de vida que adoece para um estilo de vida que equilibra e favorece
a saúde. E tudo isso com música de qualidade.


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share