> NOTÍCIA

Publicado em 11/01/2018 15h50
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Corpo de Bombeiros alerta sobre perigo do cerol e orienta como soltar pipa

Aqueles que fazem o uso de cerol nas pipas podem sofrer acidentes ou ferir seriamente outras pessoas

Por Assessoria

Nestes meses de férias escolares, as crianças buscam as mais variadas opções para se divertir. Brincadeiras como jogar bola e soltar pipa remetem à ideia de liberdade e tornam-se as favoritas para se fazer ao ar livre. O Corpo de Bombeiros alerta, no entanto, que vários são os riscos ao soltar pipa, principalmente quando em locais não indicados, a exemplo de terrenos próximos à rede elétrica. Além disso, aqueles que fazem o uso de cerol nas pipas podem sofrer acidentes ou ferir seriamente outras pessoas e isso é considerado crime.

 

O cerol é uma substância feita à base de cola e vidro moído e por isso se torna extremamente cortante quando em contato com a pele. “Além do risco de uma criança ser atropelada tentando recuperar a pipa, existe também o perigo de choque elétrico caso o brinquedo atinja a rede elétrica enquanto a criança o manuseia. Porém, outro grande risco é a questão do cerol que pode levar até a morte daquele que se enrosque na linha.”, alertou o major Hugo Bezerra, comandante interino do Batalhão de Atendimento Pré-Hospitalar (BAPH).

 

Devido a isso, o Corpo de Bombeiros repassa algumas orientações para que não ocorram acidentes e que a diversão durante férias não seja comprometida:

 

• Utilize linhas de algodão, pois elas são menos perigosas. Nunca use linhas de fio de cobre ou com cerol.

 

• Preste atenção a motocicletas e bicicletas, porque a linha, mesmo sem cerol, é perigosa para os condutores;

 

• Procure um local aberto e distante de fios ou antenas para evitar choques elétricos, como campos de futebol e parques;

 

• Nunca solte pipas em dias de chuva ou com relâmpagos;

 

• De modo algum tente retirar pipas presas na rede elétrica ou árvores, nem faça pipas com papel laminado, pois há grande risco de choque e acidentes;

 

• Jamais solte pipa em lajes ou telhados, para evitar quedas;

 

• Tenha cuidado e observe onde pisa, principalmente quando andar para trás, para não cair;

 

• Caso a linha quebre, não corra atrás da pipa sem observar se o caminho é seguro, como atravessar ruas e passar por buracos;

 

• Use luvas ao soltar pipa, para não machucar as mãos.

 

Punição - No ano de 2013, foi instituída a lei estadual que proíbe o uso de cerol em pipas, papagaios e pandoras. A Lei 10.186/2013 estabelece multa que varia de R$ 500,00 a R$ 2.500,00 para o infrator e ainda pode gerar o boletim de ocorrência para quem ocasionar o acidente ou seu responsável

Fonte: Secom/PB

tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share