> NOTÍCIA

Publicado em 26/02/2018 23h11
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Volúpia é eleita melhor cachaça branca da Paraíba e quinta melhor do Brasil

Vicente Lemos mantém tradição de cinco gerações que teve início há mais de 200 anos

Por Fatospb

Volúpia, de acordo com o dicionário da língua portuguesa, significa grande prazer sexual, luxúria e ainda um grande prazer dos sentidos e sensações. Mas na Paraíba Volúpia significa orgulho. É sinônimo de pureza e qualidade de um produto 100% natural que no dia 1º de fevereiro deste ano de 2018 recebeu o prêmio de melhor cachaça branca paraibana e quinta mais bem colocada no Brasil durante o 3º Ranking da Cúpula da Cachaça.


A última etapa da competição, que teve início em setembro do ano passado, foi realizada em Analândia, interior de São Paulo, onde a Volúpia disputou com mais de mil e cem rótulos, todos com registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Depois da primeira fase, 250 marcas foram selecionadas. Na sequência, elas passaram pela avaliação de 48 especialistas em cachaça, responsáveis por eleger os 50 melhores rótulos do país, a cada dois anos.

De pai para filho – Tudo começou no século XIX, mais precisamente no ano de 1817, quando a família Lemos decidiu se instalar na pequena e pacata cidade de Alagoa Grande, localizada na região do Brejo, distante 105 quilômetros de João Pessoa, Capital paraibana, onde fundou o Engenho Lagoa Verde, nascedouro da Cachaça Volúpia.

Desde seus primórdios a família Lemos utiliza um método artesanal de fabricação e de plantação orgânica para garantir a pureza e a qualidade de um produto 100% natural, atravessando várias gerações e sempre buscando resgatar a história, a cultura e a tradição dessa bebida genuinamente brasileira.

Ousadia - Em 1946, quando Otávio Lemos fundou a Volúpia, ele chocou a população com um rótulo bastante ousado e escandaloso para a época. Uma mulher loura, seminua, com os seios à mostra e apenas um véu cobrindo suas partes íntimas ilustrava o rótulo da garrafa.

“A história que meu avô contava é que quando a pessoa bebesse até a metade da garrafa, o véu ia cair. Essa era a promessa que ele fazia para ébrios consumidores da época”, conta Vicente Lemos, neto de Otávio Lemos e atual responsável pelo engenho e pela crescente evolução da Volúpia, ao longo das últimas quase quatro décadas, conseguindo transformar a cachaça paraibana em uma das marcas mais conhecidas e respeitadas do Brasil.

Farmacêutico formado, Vicente Lemos conseguiu transformar o Engenho Lagoa Verde em uma verdadeira fábrica, tecnicamente impecável, com controle de qualidade rígido, que vão desde o plantio até o engarrafamento da bebida. A cana é orgânica e na fermentação ele utilizada uma técnica da própria região, em que a levedura é extraída da própria cana, conferindo à cachaça um aroma típico do brejo. A destilação é feita em alambiques de cobre aquecidos à vapor, o que proporciona maior controle de temperatura e depois armazenada em pipas de freijó de 10 mil litros, onde fica descansando por cerca de um ano, até ser engarrafada em sua versão prata, premiada em diversos rankings do Brasil.

Cinco gerações - Tudo começou com Antônio Lemos, que passou as terras onde é fabricada a cachaça para seu filho Manoel de Lemos, depois veio Otávio Lemos de Vasconselos na sucessão dos negócios que, com sua visão inovadora, criou e idealizou a marca Volúpia, além de lançar no mercado e obter estrondoso sucesso perante o público consumidor.

Seu filho, José Ribamar Lemos continuou as atividades da empresa, e nos dias atuais, a Cachaça Volúpia está sob a direção de Vicente Otávio Lemos.

Cachaça premiada - A Revista Playboy não se notabilizou só pelas belíssimas mulheres, quando ela divulga um ranking de bebidas, também causa o maior frisson. Isto porque é reconhecida pela seriedade e lisura nos seus métodos de seleção e classificação. Em agosto de 2003 ela divulgou um raking classificando as melhores cachaças do país e a Volúpia ficou entre as 5 melhores, tornando-se assim um orgulho para os apreciadores e a única paraibana a fazer sucesso na Playboy sem tirar a roupa.

Pela primeira vez a Volúpia participa do Brazilian Meeting Chemistry of Food and Beverage, realizado pela USP de São Carlos, onde os mais conceituados professores de química e os maiores experts em destilados se unem para analisar as propriedades físico-químicas e sensoriais da cachaça. A Volúpia já recebe de cara Menção Honrosa, pela sua alta qualidade.

O Prêmio Sebrae Revelação Empresarial reconhece iniciativas de gestão inovadoras no Estado. Na última edição, as empresas Bless Cosmetics e Agroindustrial Lagoa Verde Ltda. – produtora da cachaça Volúpia – venceram o concurso. De acordo com Vicente Otavio Neves Lemos, da Agroindustrial Lagoa Verde Ltda, que venceu o prêmio na categoria indústria, a premiação é um estímulo a melhoria empresarial e o reconhecimento dos esforços aplicados na melhoria de um produto de qualidade.

No VI Brazilian Meeting Chemistry of Food and Beverage, os mais conceituados professores de química e os maiores experts em destilados descobriram que a Volúpia é uma cachaça que está sempre se aperfeiçoando e melhorando não só a sua qualidade como produto, mas acima de tudo, contribuindo para fazer da cachaça um produto respeitado no mundo todo. A Paraíba ficou orgulhosa e a Volúpia com a Medalha de Prata.

Na edição de abril/2007 a revista Playboy divulgou um ranking das 20 melhores cachaças, elaborado por grandes especialistas do Brasil. A Volúpia mais uma vez mostrou sua qualidade figurando como a única cachaça descansada numa seleção onde constavam apenas cachaças envelhecidas. Assim a única paraibana a fazer sucesso na Playboy, repetiu a dose em 2007.

No VII Brazilian Meeting Chemistry of Food and Beverage, a Volúpia voltou a reber menção honrosa no III Concurso de Avaliação da Qualidade da Cachaça como resultado das análises química e sensorial. Mais uma vitória para a cachaça que mais eleva o nome da Paraíba e que orgulha a todos, colocando nosso estado em destaque nacional na fabricação de um produto tão nobre.

Na edição de agosto/2009 a revista Playboy divulgou o que ela chamou de ranking definitivo das melhores cachaças, elaborado por grandes especialistas do Brasil e dois degustadores de renome. A Volúpia, além de ter sido a paraibana melhor ranqueada, ficou entre as dez primeiras do país, mostrando ser uma bebida franca, direta e de alta qualidade. Assim ela se tornou definitivamente a única paraibana a fazer sucesso na Playboy, em dose tripla.

A Volúpia mais uma vez orgulha a Paraíba e conquista o primeiro lugar no Ranking das Cachaças Brancas elaborado pela conceituada Revista Veja na sua edição nº 2.152 de fevereiro de 2010. Um Júri formado pelos maiores especialistas no assunto escolheu as melhores e a Volúpia mais uma vez provou ser a mais apreciada e premiada do Brasil.

”A Volúpia está em constante evolução e vem rompendo fronteiras com a produção de um produto ecologicamente correto sem medir esforços para desenvolver sua região, gerar emprego e preservar o meio ambiente. Portanto ao abrir uma bela embalagem de Volúpia, seja Cachaça ou Frutta Frozen, saiba que além de um produto de alta qualidade ali tem também ética, honestidade, compromisso e lealdade”, finaliza com orgulho Vicente Lemos.


 

Fonte: Redação com informações do site da Volúpia

tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share