Sinfronio Lima

Sinfronio Lima

Artista multicultural, mistura de ator, cantor e escritor, desde a década de 90 participa do cenário cultural paraibano, sempre com muita criatividade. Criou a Banda Omelete, que tem mais de 20 anos de carreira. Tornou-se Facilitador de Biodanza Sistema Rolando Toro em 1996. Desde então tem proferido palestras sobre Qualidade de Vida, Terapia do Riso e temas correlatos.

> ARTIGO

Publicado em 22/03/2018 11h43
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Política da amorosidade

Ao contrário do que muita gente pensa, a Biodança não é um caminho de alienação, nem uma maneira de fugir dos problemas convencendo as pessoas de que está tudo bem.

 

É preciso criar uma nova mentalidade, um novo olhar sobre o mundo em que vivemos. E somos responsáveis pelo que vemos, pois temos o poder do voto para modificar uma situação que seja inaceitável.

 

Um dos assuntos que tem mexido muito com as pessoas na atualidade é a insatisfação com as pessoas que exercem a política. Infelizmente essa insatisfação está acontecendo em todos os setores da sociedade.

Isso pode ser visto no executivo, onde alguns mandatários exercem seu poder sem cumprir o juramento que fizeram de fazê-lo em nome do povo, pelo povo e para o povo.

No legislativo notam-se grandes distorções, como um representante do povo chegar ao cúmulo de dizer que as câmaras legislativas não são cartórios, e não têm obrigação de defender a vontade popular. Esquecem que dependem dos votos dessas pessoas para se reeleger.

Infelizmente, percebem-se alguns focos do judiciário que também estão contaminados. É uma insatisfação geral ver que decisões de tribunais deixam de cumprir as leis para atender a situações circunstanciais.

São situações lamentáveis, e que abastecem as redes sociais com chacotas e piadas de mau gosto, que refletem o caos administrativo que o nosso país vive.

O que acontece é que a política foi desvirtuada. A Política (sim, com P maiúsculo) deve ser sinônimo de Justiça Social. Quando isso acontece, as pessoas enxergam sentido em pagar impostos, pois vêm o retorno do que pagam na sua qualidade de vida.

Políticos que acreditam na Política com P maiúscula não podem dormir tranquilos se sabem que há pessoas que dormem ao relento, que não têm oportunidade de emprego ou que não têm outra saída senão mendigar nas ruas.

É preciso educar as pessoas para que compreendam o valor da Política, e parem de eleger pessoas desequilibradas para nos representar.

É preciso criar uma nova mentalidade, onde o bem comum e o amor ao próximo sejam a base dessa sociedade que queremos.

A Biodança é uma proposta de transformação da sociedade através do indivíduo. Não acreditamos na transformação via política (com p minúsculo), pois esta corrompe as pessoas e as instituições.

Com foco nessa ideia de uma nova Política, o Movimento Biodança está promovendo no próximo mês de Setembro, aqui em João Pessoa, o XXIX ENCONTRO NORDESTINO DE BIODANZA, evento internacional cujo tema central é A POLÍTICA DA AMOROSIDADE.

Embora ainda vá ocorrer em Setembro, o evento já conta com pessoas inscritas de 20 estados brasileiros, além de chilenos, argentinos e uruguaios.

Convidamos toda a sociedade a participar ativamente deste evento que se propõe a mostrar caminhos de construção de uma sociedade mais justa e afetiva.


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share