> NOTÍCIA

Publicado em 07/06/2018 13h10
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Pentacampeão brasileiro de Rally 4x4 é preso acusado de mandar matar sogro e patrocinador em João Pessoa

Por Fatospb

O piloto paraibano Tony Almeida, pentacampeão brasileiro de Rally 4x4,  foi preso na manhã desta quinta-feira, 7, suspeito de ser o mandante da morte do empresário e construtor Arnóbio Ferreira, mais conhecido por Arnóbio Teimoso, fato que aconteceu em novembro de 2017. A vítima,sócio-proprietário da Conserpa/Enger – Engenharia da Construção Civil, além de sogro também foi patrocinador das corridas do acusado,

Antonio Cícero, como consta na carteira identidade do acusado, foi apresentado durante entrevista coletiva da Polícia Civil, na manhã de hoje, na Central de Polícia, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa.

Segundo o delegado Marcos Paulo, o acusado esteve várias vezes na Central de Polícia se oferecendo para “ajudar nas investigações”, mas que na realidade a intenção dele era levar a Polícia Civil endereçasse ao caminho errado, investigando um possível  latrocínio (matar para roubar).

Além de Tony Almeida, foram presos, Josivaldo Pinheiro da Silva, acusado de ser o executor do disparo que matou a vítima; Débora Regina Maria de Sousa, mulher do executor; Carlos Rogério da Silva, acusado de intermediar e que teria negociado com o executor; Raquel Fernandes, esposa de Carlos Rogério; Cristiane, irmã de Josivaldo; José Ricardo, marido de Cristiane e José Ailton da Silva, braço direito de Rogério. Ao todo foram oito pessoas presas, todas acusadas de participação no crime do empresário.

As investigações ainda estão sendo concluídas, segundo o delegado.Ele informou que as investigações levam a crer que foi um crime por dinheiro, já que o inventário da vítima gira em torno de R$ 70 milhões. O crime custou a Cícero R$ 120 mil dos quais R$ 50 mil teriam ido para Rogério e R$ 70 mil para o executor.

O crime - O empresário do ramo de construção civil Arnóbio Ferreira Nunes foi morto na manhã do dia 24 de novembro de 2017 no bairro de Manaíra, na capital. Ele havia acabado de chegar em um estabelecimento em um carro com motorista. Assim que desceu do veículo, o idoso foi abordado por um homem de moto e executado a tiros.

Fonte: Redação

tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share