> NOTÍCIA

Publicado em 07/06/2018 13h24
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Vereadores pedem a exoneração do secretário de Saúde Adalberto Fulgêncio

O primeiro a cobrar uma posição firme da bancada de oposição no sentido da saída do secretário foi o vereador Tibério Limeira (PSB), durante pronunciamento na CMJP.

A bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) perdeu de vez a paciência com o secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, após a divulgação do áudio em que o secretário pede empenho de servidores para eleger Lucélio Cartaxo e Zennedy Bezerra para governador e deputado estadual, respectivamente. Com uma gestão caótica da Saúde no município, a atitude foi a gota d’água para eles pedirem a exoneração de Adalberto.

O primeiro a cobrar uma posição firme da bancada de oposição no sentido da saída do secretário foi o vereador Tibério Limeira (PSB), durante pronunciamento na CMJP.

“Já passou da hora da bancada de oposição, enquanto bancada, ter uma posição muito firme, muito clara do pedido e de exigência da Prefeitura Municipal de João Pessoa da demissão de Adalberto Fulgêncio. Eu acho que já passou de todos os limites. Não só a questão da coação dos servidores, mas a própria gestão da saúde que vem cada dia deixando mais a desejar”, afirmou.

A posição de Tibério foi consentida pelo líder da oposição, Léo Bezerra (PSB), e o vereador Bruno Farias (PPS), que também compõe a oposição.

 

ParaíbaJá


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share