> NOTÍCIA

Publicado em 08/06/2018 18h08
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tiroteio fere policial e paralisa bondinho do Pão de Açúcar

Segundo funcionário do bondinho do Pão de Açúcar, o serviço até o Morro da Urca foi interrompido por volta das 14h30, por motivos de segurança, sem previsão de retorno

Um intenso tiroteio entre traficantes e policiais militares deixou um agente ferido e causou a paralisação do bondinho do Pão de Açúcar. Os tiros, no início da tarde desta sexta-feira (8), assustaram moradores e turistas na Praia Vermelha, bairro da Urca, considerada um dos locais mais seguros do Rio, por abrigar diversas instituições do Exército.

De acordo com as primeiras informações divulgadas pela Polícia Militar (PM), um soldado do Batalhão de Choque foi atingido, por estilhaço de granada, e seu estado de saúde era estável. Fotos divulgadas na página Onde Tem Tiroteio, no Facebook, mostram o soldado sendo atendido, no calçadão da praia e carregado por seus colegas. Um vídeo também mostra o intenso sons de tiros no local.

Ainda segundo a assessoria da PM, criminosos que travam disputa por território nos morros Chapéu Mangueira e Babilônia, no Leme, teriam fugido pela mata, por meio de trilhas que saem na Urca. Segundo funcionário do bondinho do Pão de Açúcar, o serviço até o Morro da Urca foi interrompido por volta das 14h30, por motivos de segurança, sem previsão de retorno.

Confronto na mata
A Polícia Militar informou que o Batalhão de Polícia de Choque iniciou às 8h uma operação planejada com base em dados de inteligência, iniciando ação pela mata em direção às comunidades Babilônia e Chapéu-Mangueira, zona sul da cidade. Por volta das 13h, os policiais se depararam com um grupo de homens armados e houve confronto na mata. O policial do Choque que foi ferido, foi socorrido por uma embarcação do Comando de Policiamento Ambiental na Urca e encaminhado ao Hospital Central da Polícia Militar, onde está sendo atendido.

Um criminoso foi preso ao tentar fugir da área de mata em direção à Praia Vermelha. Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionados para dar apoio às equipes que continuam a procura dos criminosos na região de mata fechada.

Aeroporto
Por medida de segurança, o Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, ficou fechado por 15 minutos, devido ao tiroteio entre policiais militares e criminosos que lutam pelo controle dos pontos de venda de drogas no morro da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Leme, zona sul da cidade. De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que administra o aeroporto, o fechamento ocorreu entre 15h15 e 15h30, para operações de pouso e decolagem, mas não chegou a provocar atrasos nos voos. 

Edição: Valéria Aguiar


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share