> NOTÍCIA

Publicado em 05/07/2018 17h56
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Programa Nacional de Imunização destaca atuação da PB em pesquisa de imunidade contra a febre amarela

O objetivo da reunião foi apresentar um balanço da pesquisa que o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) desenolve em parceria com a SES

A secretária de Estado da Saúde, Cláudia Veras, recebeu, nessa quarta-feira (4), os representantes do Estudo de Imunidade contra a febre amarela. A reunião ocorreu na sala da Comissão Intergestores Bipartite – CIB, que fica na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em João Pessoa.

 

Estiveram presentes a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Carla Domingues, o diretor do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), Mauricio Zuma Medeiros, a coordenadora de Pesquisa da Fiocruz, Maria de Lurdes Maia, além de pesquisadores,  representantes e técnicos da Fiocruz, do Ministério da Saúde (MS), da UFPB e da SES-PB.

 

O objetivo da reunião foi apresentar um balanço da pesquisa que o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) desenolve em parceria com a SES. A pesquisa em questão é o estudo de “Imunidade contra a febre amarela após uma dose de vacina em crianças e adultos: estudo de corte em área não endêmica”.

 

Na ocasião, a coordenadora de Pesquisa da Fiocruz, Maria de Lurdes Maia, agradeceu o compromisso da Secretaria com a pesquisa e a construção de novos conhecimentos para a promoção da saúde e do desenvolvimento social. “Esse estudo trouxe ganhos, de conhecimento, de treinamento, de processos novos de trabalho, e gostaríamos muito que isso tivesse uma continuidade”, disse.

 

Maurício Zuma destacou a importância da pesquisa para o Estado da Paraíba e para o Brasil. “Vendo a empolgação da Maria de Lurdes e sua felicidade com os resultados, fiz questão de vir aqui conhecer quem são essas pessoas que estão participando tão ativamente. Queria agradecer a todas elas por esse trabalho feito aqui, que foi realmente muito bacana”, comentou.

 

A coordenadora do PNI, Carla Domingues, elogiou o compromisso da SES em manter as portas abertas para a pesquisa ser realizada e reconheceu o papel importante que a Secretaria desenvolve com relação, também, ao monitoramento da cobertura vacinal.

 

“Em um programa complexo como o nosso, não é possível mais ficarmos passivamente esperando que a população venha ao serviço de saúde.Nós temos que, cada vez mais,que buscar estratégias para que possamos atingir as metas de coberturas vacinais. Nós temos que entender que é uma ação complexa hoje pensar na vacinação. A baixa cobertura é uma ação multicausal, cada local vai ter um problema específico e só o município é capaz de identificar esse problema. É esse o desafio, fazer com que o gestor local entenda que a responsabilidade de reverter essa situação é dele”, explicou.

 

A secretária Cláudia Veras finalizou a reunião mostrando a satisfação com o desenvolvimento positivo da pesquisa. “Me sinto grata por poder representar a Secretaria de Estado da Saúde. Não apenas compreendo, como também valorizo muito essa oportunidade quetemos de juntar as pessoas certas nos momentos certos para desenvolver trabalhos desse nível. Fico feliz por as coisas terem fluído e reafirmo o nosso compromisso com todas essas questões”, reforçou.

 

 

Fonte: Secom-PB


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share