> NOTÍCIA

Publicado em 09/07/2018 16h31
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Saúde disponibiliza serviços especializados para quem está acima do peso

Os usuários são atendidos pela rede pública de saúde por demanda espontânea

Por Rebeka Paiva

Quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético há o acúmulo de gordura no corpo do indivíduo, que se torna obeso. O excesso de gordura corporal pode levar ao desenvolvimento de diversas doenças crônicas como diabetes, hipertensão, doenças do coração, artrite, apneia e derrame, entre outros. Mas isto pode ser revertido por meio de dieta e prática de exercícios físicos.


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) dispõe de serviços especializados para adultos e crianças que estão acima do peso. Os usuários são atendidos pela rede pública de saúde por demanda espontânea ou por encaminhamento do médico da Unidade de Saúde da Família (USF) de referência.

O tratamento da obesidade e suas complicações é multiprofissional e inclui as áreas técnicas de hipertensão e diabetes, de nutrição, o Projeto João Pessoa Vida Saudável (JPVS) e as Academias da Saúde. Os atendimentos de nutrição são realizados nos Centros de Atenção Integral à Saúde (Cais) do Cristo, de Mangabeira e de Jaguaribe, além da Unidade de Saúde das Praias e da Unidade Básica de Saúde de Mandacaru.

“Os benefícios da atividade física vão além da mobilização de gordura corporal e controle do peso, pois ajudam a regular as taxas bioquímicas como triglicerídeos, colesterol e glicose, prevenindo também outras doenças crônicas como hipertensão arterial, doenças coronarianas, AVC, depressão, alguns tipos de câncer, problemas osteoarticulares, entre outros”, explica a educadora física e coordenadora do JPVS, Ellen Correia.

“Com a prática regular da atividade física e uma alimentação saudável, é possível desenvolver uma melhor qualidade de vida”, continua ela.

João Pessoa Vida Saudável - O projeto tem como objetivo incentivar hábitos saudáveis, a prática de atividades esportivas e desenvolver ações preventivas para a saúde. Atualmente mais de 5.000 pessoas participam do projeto, que está espalhado em 23 praças e em espaços públicos, como Unidades de Saúde da Família (USF) e escolas, totalizando 38 polos do projeto em toda a capital pessoense.

As atividades do JPVS acontecem de segunda à sexta-feira, das 5h30 às 7h30 e das 16h30 às 19h30, nas principais praças e avenidas de João Pessoa. O projeto é aberto ao público e podem participar pessoas de todas as faixas etárias. Os interessados devem comparecer aos polos que oferecem as aulas e procurar o orientador.

A equipe do Projeto João Pessoa Vida Saudável é composta por 38 educadores físicos, distribuídos por todos os polos do projeto. As ações realizadas com os usuários incluem, além das atividades físicas, palestras educativas, rodas de diálogos e ações preventivas, que buscam não apenas desenvolver o aspecto físico, mas também o social, afetivo e cognitivo.

Você pode conferir os locais onde acontece o projeto através do link: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/secretarias/saude/projeto-joao-pessoa-vida-saudavel/

Academias da Saúde – Localizadas nos bairros do Geisel, Colinas do Sul e Ernani Sátiro, as Academias da Saúde contam com educadores físicos do JPVS e outros profissionais de educação física e psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas.

A estrutura das Academias da Saúde conta com espaços multiuso, de vivência e de equipamentos fixos, como barra horizontal, barra paralela, prancha abdominal, barra marinheiro, espaldar e a barra horizontal de apoio. O espaço ainda tem quadra de areia e gramado para realização de atividades externas.

As Academias funcionam de segunda à sexta-feira, daa 7h às 11h e das 12h às 16h e é aberta ao público, ou seja, qualquer pessoa pode participar dos serviços ofertados, bastando comparecer à Academia portando o cartão SUS e a liberação do médico, caso tenha alguma lesão.

As atividades do JPVS nas Academias de Saúde acontecem das 5h30 às 7h30 e das 16h30 às 19h30.

Obesidade - Segundo dados da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) divulgados recentemente pelo Ministério da Saúde, a obesidade é uma realidade para 18,9% dos brasileiros. Já o sobrepeso atinge mais da metade da população (54%).

O Índice de Massa Corporal (IMC) é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como referência para a medida do peso.  Ele é calculado dividindo-se o peso (em kg) pelo quadrado da altura (em metros). O resultado revela se o peso está dentro da faixa ideal, abaixo ou acima do desejado. Você pode calcular o seu IMC, através do link: http://goo.gl/sAsmAI

Classificação do IMC:

Menor que 18,5 – Abaixo do peso

Entre 18,5 e 24,9 – Peso normal

Entre 25 e 29,9 – Sobrepeso (acima do peso desejado)

Entre 30 e 34,9 – Obesidade Grau I

Entre 35 e 39,9 – Obesidade Grau II

Igual ou acima de 40 – Obesidade Mórbida

 

Fonte: Secom/PMJP

tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share