> NOTÍCIA

Publicado em 23/07/2018 21h19
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Mercosul e Cingapura começam a negociar acordo de livre comércio

O lançamento do entendimento com Cingapura acontece em "um contexto de grande dinamismo" da agenda externa do Mercosul

As negociações para um acordo de livre comércio entre o Mercosul e a República de Cingapura começaram nesta segunda-feira (23). Delegados de ambas as partes se reuniram hoje em Puerto Vallarta no México, onde ocorre a 13ª edição da Cúpula da Aliança do Pacífico.

"Conforme definido no diálogo exploratório concluído em 25 de maio último, o futuro acordo comercial Mercosul – Cingapura deverá incluir, entre outros tópicos, comércio de bens e serviços, investimentos, facilitação de comércio, propriedade intelectual e compras governamentais", diz nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores.

Ambas as partes elaboraram um documento estabelecendo os termos de referência para conduzir as negociações, cuja primeira rodada será realizada ainda este ano. O lançamento do entendimento com Cingapura acontece em "um contexto de grande dinamismo" da agenda externa do Mercosul.

Cingapura é considerada um referente do livre-comércio com uma ampla experiência em negociações comerciais, com mais de 20 acordos de grande alcance, e como um parceiro importante para o comércio de serviços internacionais.

Conforme o documento, Singapura é o primeiro país da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) com o qual o Mercosul começa a ter negociações comerciais.

Cingapura é o 16º destino das exportações do Brasil e o 38º principal país de origem das importações brasileiras. No ano passado, o comércio entre os dois países atingiu cerca de US$ 3,4 bilhões.

Cúpula

O presidente Michel Temer participa amanhã (24) da 1ª Reunião de Presidentes do Mercosul e da Aliança do Pacífico, em Puerto Vallarta (México). O encontro ocorre paralelamente à 13ª edição da Cúpula da Aliança do Pacífico. A expectativa é assinar um acordo sobre comércio de serviços entre o Mercosul e a Colômbia e outro sobre Cooperação e Assistência Administrativa Mútua em Assuntos Aduaneiros entre o Brasil e o México.

A Aliança do Pacífico foi estabelecida em 2011 e integra Chile, Colômbia, México e Peru. Dos quatro países que compõem o bloco, apenas o México não possui acordo de livre comércio com o Brasil. 

O Mercado Comum do Sul (Mercosul) – Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai – tem como estados associados o Chile, Peru, Colômbia, Equador, Guiana e Suriname. A Bolívia está em processo de adesão ao bloco.

 

Fonte: Agência Brasil


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share