Renato Caldas

Renato Caldas

> ARTIGO

Publicado em 26/08/2013 14h50
  • Tamanho da letra
  • A-
  • A+

Um olhar sobre as Inteligências Múltiplas

Ao longo dos anos, muito tem sido abordado e escrito sobre a Teoria das Inteligências Múltiplas, identificada estas formas de inteligência  no ser humano,  por Howard Gardner.


A palavra inteligência denota a capacidade de discernir, de separar, de peneirar entre as diferentes alternativas e ser capaz de tomar a decisão mais oportuna. A inteligência, em um sentido puramente etimológico, refere-se à capacidade de discernimento.


A palavra latina intelligentia provém de intelligere, termo composto por intus (entre) e legere, que significa escolher ou ler. Ser inteligente é, assim, saber escolher a melhor alternativa entre várias, mas também saber ler dentro das coisas.


A inteligência pode ser definida também como a capacidade      de aprender  ou de compreender, como faculdade de conhecer, de compreender  alguma coisa.
A inteligência é essa potência que permite conhecer a realidade em distintos graus e níveis de profundidade.


Desde a publicação, em 1983, da  teoria de Howard Gardner, psicólogo norte-americano, parte-se da tese de que existem distintas formas de inteligência no ser humano, e, assim, inaugura-se a Teoria das Inteligências Múltiplas.


Desde então, afirma  Francesc Torralba, ampliou-se significativamente a noção de inteligência e se assumiu a tese de que o ser humano não é inteligente de maneira  unívoca, mas que, como dizia Aristóteles a respeito do ser, a inteligência se  expressa de  muitos modos.

Entre as Inteligências Múltiplas, fazemos uma abordagem, um mapa destas Inteligências, com destaque para as Inteligências  Emocional e Espiritual.

°  Inteligência Linguística


A inteligência linguística é a forma de inteligência que nos capacita a usar as palavras e aprender diferentes  linguagens e idiomas.

°  Inteligência  Sonora ou Musical


A inteligência musical facilita a capacidade de reconhecer padrões tonais, com alta sensibilidade para os ritmos e os sons. Esta inteligência é própria das pessoas que cultivam a música, como os cantores  e os  compositores.

° Inteligência Lógico-Matemática


A inteligência lógico-matemática nos torna capazes de resolver problemas mediante processos indutivos e dedutivos, aplicando o raciocínio, os números e padrões abstratos.

° Inteligência  Cinestésica ou Corporal


A inteligência corporal ou cinestésica capacita para utilizar o próprio corpo com o fim de resolver problemas ou realizar atividades. Representa o domínio sobre a própria corporeidade e a capacidade de orientar os movimentos e toda a energia que desprende de acordo com  fins previamente definidos.

° Inteligência Espacial e Visual


A inteligência espacial e visual habilita para reconhecer e elaborar  imagens visuais,distinguir por meio da vista traços específicos dos objetos, criar imagens mentais, raciocinar acerca do espaço e de suas dimensões, manejar e reproduzir imagens externas e internas.

° Inteligência Intrapessoal


A inteligência intrapessoal nos habilita para formar uma imagem verdadeira e precisa de nós mesmos, para distinguir o que somos daquilo que representamos no plano das relações sociais. Também nos permite compreender as necessidades mais profundas e os desejos fundamentais que emergem do nosso ser.
A inteligência intrapessoal, segundo  Francesc  Torralba, nos capacita para formar um modelo verídico de nós mesmos, escutar as emoções  e saber usá-las para  nos desenvolvermos na vida.Como diz Howard Garder,”uma pessoa com inteligência  intrapessoal  possui um modelo  viável e eficaz de si mesmo”.
Desde Sócrates até nossos dias, pedagogos e filósofos  de escolas muito diferentes têm destacado o valor  prioritário de tal inteligência.

° Inteligência  Interpessoal ou Social


A inteligência interpessoal, também denominada social, é a faculdade para entender e compreender os outros. Uma pessoa que cultive  esta modalidade de inteligência  tem uma habilidade especial para as relações  sociais, para estabelecer vínculos e alianças empáticas com  seus semelhantes, o que lhe  é especialmente útil   para  gerar projetos   em equipe e criar coesão em grupos de trabalho.


A inteligência interpessoal habilita para captar as diferenças e singularidades  dos outros, particularmente para compreender as mudanças de estado de ânimo, os temperamentos,  as   motivações e  intenções.Esta capacidade está presente de modo especialmente sofisticado  nos líderes religiosos,políticos,mas também em profissionais de socorro e nos bons professores.

° Inteligência Emocional


A inteligência emocional,obra de Daniel Goleman no seu muldialmente conhecido livro Inteligência Emocional nos mostra  que a inteligência emocional capacita a identificar, expressar e canalizar as próprias emoções, mas também, a captar  e compreender as emoções de outras  pessoas.
O domínio da própria base emocional e sua correta expressão e canalização  é uma   habilidade    fundamental  não  só para  a vida pessoal , familiar e social, mas, de um modo especial, para obter  êxito na  vida profissional.

° Inteligência Espiritual


        O debate aberto no início do século XXI concentrou-se em identificar outra forma de inteligência, a espiritual existencial ou transcendente que, no caso de existir, ampliaria significativamente o mapa das inteligências múltiplas de Howard Gardner.


Segundo os cientistas Zohar e Marshall(1997), a inteligência espiritual   complementa a inteligência emocional e lógico-racional,e capacita para enfrentar e transcender  o sofrimento e a dor, e para criar valores; ela permite encontrar o significado e o sentido de nossos atos. Propriamente o termo Inteligência Espiritual foi cunhado por estes dois  pesquisadores.


A inteligência espiritual permite atingir os significados profundos, considerar os fins  da existência e suas mais elevadas motivações.É a Inteligência do  eu profundo que se coloca diante das questões sérias e ,a partir delas, busca respostas plausíveis e razoáveis.


A inteligência espiritual  segundo Francesc Torralba, para além das distintas e ricas caracterizações que foram esboçadas, é especificamente humana, e faculta para aspirações profundas e íntimas, para desenvolver uma visão da vida e da realidade integrando, conectando, transcendendo  e dando sentido à   existência.

Renato Caldas Lins
Professor e Escritor
Lins.rc@hotmail.com
       
           

 

    

 


    


tags
Nenhum resultado encontrado.

Comentar

Bookmark and Share