“Organizações Sociais não entram na Paraíba enquanto eu for governador”

“Organizações Sociais não entram na Paraíba enquanto eu for governador”. A afirmação do governador João Azevêdo foi feita no início da tarde desta sexta-feira, 24, durante entrevista aos radialistas Nilvan Ferreira e João Costa,  no programa Correio Debate, da Rede Correio Sat, ao ser perguntado se com a criação da Fundação de Saúde, poderia haver brechas para o retorno das OS´s na área da saúde no Estado da Paraíba.

O governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido), disse ainda que  acredita no “bom senso” e que “haverá um caminho”, através do diálogo,  para evitar uma greve geral na área da segurança pública. “Vamos discutir e apresentar os números e analisar as propostas apresentadas. Não tenho dúvida de que vamos encontrar um caminho. Acredito no bom senso e no compromisso dos homens e mulheres que fazem a segurança deste estado”.

Eleições 2020 – O governador informou que em breve deverá estar anunciando em qual partido deverá ingressar e garantiu que o novo grupo político lançará candidato em João Pessoa, Campina Grande e nas principais cidades paraibanas. “Criaremos um grupo político na Paraíba.  Estamos em conversa com o presidente nacional de um partido e em breve deveremos anunciar em qual partido estaremos filiados. Não estamos discutindo nome nenhum, no momento, para a disputa. Não há discussão de nomes, no momento. Mas com certeza teremos candidatos nos principais municípios”, adiantou o governador.

Reajuste salarial – O governador lembrou que o aumento salarial de 5% alcança todas as categorias dos servidores estaduais, assim como os inativos, aposentados e pensionistas. “O reajuste linear está dentro das possibilidades do Estado. Não adianta dizer que vai dar um aumento maior e não ter condições de pagar”, arrematou.

Calvário – Perguntado pelo radialista Nilvan Ferreira se ele temia que os desdobramentos da Operação Calvário poderiam atingir a administração dele, o governador foi enfático ao afirmar que não existe nenhum temor, lembrando que cão ao Ministério Público investigar e à Justiça julgar, dando direito a todos que forem acusados de se defender.

Obras – O governador João Azevêdo falou ainda sobre as obras que o Estado vem realizando pelos municípios e agradeceu a bancada federal que destinou verbas de emendas impositivas para as áreas da educação e segurança pública, por exemplo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui