João Azevêdo inaugura UTI para idosos vítimas de queda e acidentes de trânsito

O governador João Azevêdo entregou, nesta segunda-feira (17), 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva – Centro de Trauma do Idoso, o primeiro serviço de traumato-ortopedia do idoso do Nordeste, que funciona no Hospital Metropolitano Dom José  Maria Pires, em Santa Rita, e realiza o atendimento de alta complexidade aos idosos vítimas de queda e acidentes de trânsito. O serviço com foco na humanização do cuidado é pioneiro na rede pública em ter 100% da equipe de enfermagem formada por profissionais de nível superior e garante acompanhamento familiar 24h aos idosos em UTI.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou a importância de garantir um atendimento qualificado na área da Saúde. “Essa unidade tem o foco de oferecer uma assistência humanizada, dentro de uma Unidade preparada para realizar esse tipo de atendimento e, acima de tudo, possibilitar que as pessoas possam ser acompanhadas por suas famílias e isso impacta de maneira muito forte no tratamento e na recuperação. Esse é um investimento de mais de R$ 2 milhões e nos deixa com a sensação de que estamos no caminho certo; momentos como esse nos estimulam a buscar novos projetos e alternativas para a execução de projetos importantes para a Paraíba”, frisou. 

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que o espaço visa diminuir o tempo de internação, agilizar exames e cirurgias para assegurar uma rápida alta hospitalar. “Essa UTI direcionada especificamente ao trauma do idoso reflete uma política pública fundamental no Brasil, contemplando a população de idosos, pois as pessoas apresentam uma longevidade maior e há uma previsão de que em 2030 nós tenhamos 30% da população nessa faixa etária. É importante que tenhamos espaços direcionados aos idosos porque essa faixa da população tem uma probabilidade maior de complicações se tiverem um tempo de hospitalização mais prolongado”, explicou. 

O diretor geral do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, Laércio Bragante, falou que a Paraíba vive um novo momento nos serviços de urgência e emergência, com a disponibilização de tecnologias modernas, profissionais experientes e metodologias diferenciadas. “Cerca de 25% dos nossos pacientes na ortopedia são idosos e abrimos essa Unidade do Hospital de Trauma em um espaço do Metropolitano que estava disponível, sendo 40 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI, o que configura a relação entre leitos totais e leitos de UTI só alcançada em países de primeiro mundo. A nossa proposta é de que os pacientes sejam atendidos e liberados em até 72 horas, sendo de 48h a programação de cirurgia”, pontuou.

A deputada estadual Pollyanna Dutra comentou a satisfação de constatar a qualidade dos serviços de Saúde oferecidos aos paraibanos pelo governo. “Estou muito feliz de estar aqui, de acompanhar esse acolhimento e dizer que o Estado tem uma saúde humanizada, preservando a integralidade e a universalidade no atendimento. A Paraíba ganha um serviço valioso, atendendo o que determina o SUS e promovendo inclusão social, provando que a área está sendo bem gerida”, observou. 

A solenidade também foi prestigiada pelo deputado estadual Jeová Campos, prefeitos e vereadores e auxiliares do Governo do Estado, dentre eles Júnior Araújo (secretário chefe do Governo) e João Gonçalves (Articulação Política). 

Ampliação do Hospital de Trauma de João Pessoa – Durante sua passagem pelo Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, o governador João Azevêdo se reuniu com a equipe responsável pela elaboração do projeto que visa à ampliação do Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena. De acordo com o secretário Geraldo Medeiros, as obras devem ser iniciadas este ano, assegurando o aumento de leitos nas enfermarias e nas UTIs.

“Nós vimos o projeto arquitetônico e nosso objetivo é iniciar as obras rapidamente porque faremos uma ampliação do hospital, garantindo a qualificação do serviço, melhor atendimento e permitindo que os profissionais deem uma resposta mais rápida à população; é dessa forma que se faz gestão na Paraíba”, disse o governador João Azevêdo. 

O engenheiro Jonatan Martins explicou a proposta de ampliação do Trauma. “O projeto prevê garagens e seis consultórios ambulatoriais no pavimento térreo; 20 leitos de UTI e Central de Abastecimento Farmacêutica no primeiro pavimento; e no segundo pavimento, cerca de 100 leitos de internação de neuroclínica, neurocirúrgica, clínica médica, vascular e torácica. O projeto está sendo finalizado, para em seguida ser enviado para a Suplan, para um provável processo licitatório”, informou. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui