Adeus a “Seu” Vavá

No governo Tarcísio Buriti, em 1991, João Agripino Maia era Diretor Presidente da Cehap e eu era seu Diretor Técnico. Nesse ano foi inaugurado o Mercado Público de Mangabeira. Essa obra foi construída com muito carinho e atenção. João visitava quase todos os dias e primava pelo seu acabamento.

– Maurício precisamos bolar uma festividade de inauguração que atraia muita gente.

– Seria muito apropriado contratar um artista popular tipo Genival Lacerda. – Comentei e logo tive autorização para fazer os contatos com o renomado artista.

Acertei e agendei por telefone um show. Ele estava em Manaus e teve que cancelar uma apresentação para nos atender.

– Vou concordar por que fiquei feliz com a lembrança que vocês tiveram de minha pessoa pois nunca sou lembrado para contratos em João Pessoa. Disse seu Vavá sem esconder o contentamento.

Data marcada, tudo certo, eis que o Governador reprograma a data da inauguração sobrando par mim reagendar com Genival. Quase que a vaca ia para o brejo. Felizmente consegui contornar a situação.

Reservei, a seu pedido, uma suíte no antigo Hotel Manaíra de Manoelzinho Gaudêncio para acomodar o artista e sua digníssima esposa.

Coloquei à sua disposição um carro com motorista (Sr. Hélio).

– Hélio grave uma fita com suas músicas que eu vou mostrar a Genival.

Hélio era um compositor popular que nunca cuidou de explorar seu talento.

Lembro uma que dizia mais ou menos assim:

Eu não vou lá não, Menino eu não vou lá não.

Deus me livre de voltar, Lá no forro do Grotão

Às quatro da madrugada, Era tanta porretada

cacete com as duas mãos

Deus me livre de voltar, Lá no forro do Grotão

Fui ao hotel tomar um cafezinho com “seu” Vavá. Entreguei-lhe a fita de Hélio.

Genival elogiou, mas ficou só no elogio. Por alguma razão não gravou.

O mercado foi inaugurado com uma multidão calculada em mais de dez mil pessoas.

Maurício Montenegro
Engenheiro civil com experiência na gestão de obras públicas e privadas, com familiaridade em planejamento estratégico. Ex-interventor do município de São Miguel de Taipu, ex-secretário de Obras da Prefeitura Municipal de João Pessoa, ex-diretor técnico da Companhia Estadual de Habitação (Cehap), coordenador da elaboração do Plano Diretor do Distrito Industrial de Caaporã, Coordenador da Carta Consulta para obtenção de crédito junto à Coordenação Andina de Fomento (CAF) para obtenção de empréstimo no valor de 100 milhões de dólares destinados à pavimentação e recuperação de rodovias do Estado da Paraíba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui