Maurício Montenegro

Engenheiro civil com experiência na gestão de obras públicas e privadas, com familiaridade em planejamento estratégico. Ex-interventor do município de São Miguel de Taipu, ex-secretário de Obras da Prefeitura Municipal de João Pessoa, ex-diretor técnico da Companhia Estadual de Habitação (Cehap), coordenador da elaboração do Plano Diretor do Distrito Industrial de Caaporã, Coordenador da Carta Consulta para obtenção de crédito junto à Coordenação Andina de Fomento (CAF) para obtenção de empréstimo no valor de 100 milhões de dólares destinados à pavimentação e recuperação de rodovias do Estado da Paraíba.
15 PUBLICAÇÕES

Adeus a “Seu” Vavá

No governo Tarcísio Buriti, em 1991, João Agripino Maia era Diretor Presidente da Cehap e eu era seu Diretor Técnico. Nesse ano foi inaugurado...

Balduíno Lélis: uma fábrica de sonhos

Arqueólogo visionário e eterno cultor da natureza. Um cidadão do mundo. Telúrico? Utopista? Nenhuma coisa nem outra. Classifico-o como um ecologista na verdadeira acepção da...

A corrupção no Brasil

A corrução existe em todos os quadrantes do planeta e remota às mais longínquas eras. Ela se apresenta em roupagens cada vez mais ousadas e...

Experiência surrealista num posto do INSS

- Boa tarde, eu queria dar entrada nesse requerimento de revisão de teto. - O Sr. tem que agendar e voltar no dia aprazado para...

 O turista e o viajante

O turista é escravo da mídia. Segue religiosamente o que está posto nos guias. Contenta-se tão somente numa visita rápida em cada local descrito...

Projeto Filipéia

Fui secretário municipal de transportes e obras publicas (SETOP) durante a administração do Prefeito Carneiro Arnaud (1986 a 1989). Assistindo a um debate político dos...

Cunhado não é parente

Recolho de priscas eras a citação “Cunhado não é parente é aderente”. Digo que esta afirmação depende de quem analisa e do analisado. Dentro de uma...

Interatividade na WEB

Definitivamente esta questão de interação no mundo cibernético se processa nos indivíduos jovens como se fosse um fenômeno atávico. É impressionante como fluem as...

Rio de Janeiro um Estado estigmatizado.

O Estado do Rio de Janeiro padece de um estigma que atormenta seus cidadãos e apequena sua história desde a gestão do radialista Anthony...

Pinto do Acordeon

Nos encontramos pela primeira vez em Guarabira à época em que o saudoso amigo Zenóbio Toscano era Prefeito municipal (1987). Depois em 1989 numa...

As mais Lidas

Cunhado não é parente

Recolho de priscas eras a citação “Cunhado não é parente é aderente”. Digo que esta afirmação depende de quem analisa e do analisado. Dentro de uma...

A corrupção no Brasil

A corrução existe em todos os quadrantes do planeta e remota às mais longínquas eras. Ela se apresenta em roupagens cada vez mais ousadas e...

 O turista e o viajante

O turista é escravo da mídia. Segue religiosamente o que está posto nos guias. Contenta-se tão somente numa visita rápida em cada local descrito...

Adeus a “Seu” Vavá

No governo Tarcísio Buriti, em 1991, João Agripino Maia era Diretor Presidente da Cehap e eu era seu Diretor Técnico. Nesse ano foi inaugurado...

Balduíno Lélis: uma fábrica de sonhos

Arqueólogo visionário e eterno cultor da natureza. Um cidadão do mundo. Telúrico? Utopista? Nenhuma coisa nem outra. Classifico-o como um ecologista na verdadeira acepção da...