Preconceito

Deputada acionará Justiça contra grupo que deseja impedir acesso de pessoas com deficiência à praia

Cida, que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, participará no próximo sábado (24), do protesto, a partir das 08h30, na orla de Cabo Branco

22/08/2019 21h46Atualizado há 1 mês
Por: da Redação
Fonte: Assessoria
Sábado haverá protesto na Praia do Cabo Branco
Sábado haverá protesto na Praia do Cabo Branco

A deputada estadual Cida Ramos (PSB) se pronunciou, nesta terça-feira (22), através de suas redes sociais para repudiar um grupo de moradores da orla de Cabo Branco, na capital, que pretendiam impedir a  ida de pessoas com deficiência à praia.

A deputada recebeu a notícia com muito espanto e disse que irá acionar o Ministério Público e a Justiça para que sejam tomadas as providências cabíveis. " Ontem, lamentavelmente, a vereadora Helena Holanda recebeu em seu gabinete, na Câmara Municipal de João Pessoa, um grupo de mulheres que solicitaram a restrição e impedimento da permanência de pessoas com deficiência na orla do Cabo Branco, que participam semanalmente de um projeto social de inclusão. Tal posição nos faz pensar que a realidade em nosso país é cada vez mais difícil e, inevitavelmente, se fortalece na ignorância, no preconceito e na frágil capacidade em ser humano diante de tempos tão obscuros e controversos.Vou acionar o Ministério Público, o Sistema Judiciário e tudo o que for necessário, pois isso é crime, preconceito e discriminação é algo que é inaceitável", desabafou.

Cida, que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, participará no próximo sábado (24), do protesto, a partir das 08h30, na orla de Cabo Branco. "Convido todas e todos a participarem conosco desse ato contra a intolerância e o preconceito. Não podemos nos calar. Enquanto deputada e pessoa com deficiência, estou inteiramente à disposição para lutar por inclusão e respeito. Mas, sobretudo, para fazer com que os desiguais tenham a possibilidade de serem tratados como iguais. Nenhum direito a menos", ressaltou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Convite para anunciar no portal
Blogs e colunas
Jusconciliar
Revista Spicy Fire
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Garota de Fatos
Cursos
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias