Contraparente

Daniella emprega estudante em tempo integral, prima da nora, com salário de mais de R$ 14 mil o Senado

Yuska Mariz Galvão faz o curso de odontologia, em tempo integral, em Campina Grande

07/10/2019 10h27Atualizado há 1 semana
Por: da Redação
Fonte: Jornalismo PBNews
Yuska Mariz Galvão é prima da nora da senadora Daniela Ribeiro
Yuska Mariz Galvão é prima da nora da senadora Daniela Ribeiro

Após a repercussão negativa do pedido de ressarcimento da compra de um sorvete por R$17, da senadora Daniella Ribeiro, ao Senado Federal e do jantar com Vips da sociedade campinense bancados pelo Senado no renomado restaurante The W de Campina Grande. Vem à tona mais uma surpresa, trata-se que Daniella contratou para seu gabinete Yuska Mariz Galvão prima da sua nora, detalhes que Yuska é estudante em tempo integram em Campina Grande, não tendo, portanto, tempo para exercer sua função como comissionada de Daniella.

 

Segundo consta no portal da Transparência do Senado, Yuska Mariz Galvão, prima da nora da senadora Daniella Ribeiro, exerce o cargo em comissão de Assistente Parlamentar Pleno, com vencimentos de R$ 14.339,83. Só que um detalhe chama a atenção Yuska Mariz é estudante de odontologia em tempo integral em Campina Grande, conforme mostra os dados, portanto não exerce carga horaria de trabalho como assessora da senadora. Veja detalhes neste post, nesta rede social: https://www.instagram.com/p/B3OCtpVHhbt/?igshid=5sn4mvrnllk8

 

Semana passada, a imprensa paraibana tomou conhecimento que Daniella Ribeiro foi a única senadora da Paraíba que pediu ressarcimento com locação de carro para andar no próprio estado. De acordo com o portal da transparência do Senado, Daniella pediu o ressarcimento de R$ 25.840 pela locação de um Chevrolet Tracker por 4 meses. Veja detalhes dos gastos de Daniella no link da Transparência do Senado: https://www6g.senado.leg.br/transparencia/sen/5998/ceaps/3/?ano=2019#conteudo_transparencia

 

Jantar com celebridades - Trata-se que observando o portal da transparência do Senado, nota-se que existe referente ao mesmo dia, mês e ano um pedido de ressarcimento de R$ 420, no referido restaurante. Veja o link do Senado e post do colunista que comprovam: https://www6g.senado.leg.br/transparencia/sen/5998/ceaps/3/detalhe/120327?mesAno=04/2019

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias